terça-feira, novembro 23, 2004

Resposta a inúmeros pedidos (um, para ser mais exacto)

Mais alguns filmes, daqueles que quase ninguém ouviu falar, e que servem de alternativa a quem gosta de cinema:

Fear X (Factor Medo), realizado por Nicolas Winding Refn em 2003, escrito pelo mesmo com a colaboração de Hubert Selby Jr. (que escreveu o romance "Requiem for a Dream" - A Vida não é um Sonho -, adaptado mais tarde para o fantástico filme de Darren Aronofsky)

Dead End (Sem Saída?), filme de terror lynchiano escrito e realizado por Jean-Baptiste Andrea e Fabrice Canepa em 2003

Duel, realizado por Steven Spielberg em 1971, escrito por Richard Matheson. (O primeiro filme do realizador americano, feito para a TV, e onde se vê mais talento do que em qualquer filme com lagartos gigantes ou o Tom Hanks)

The Party (A Festa), escrito e realizado por Blake Edwards em 1968. (Fantástico para quem gosta de comédia física - a primeira ideia era o filme ser mudo - e uma oportunidade para relembrar o génio de Peter Sellers. Para mais exemplos, ver "Dr. Strangelove" ou "Being There").

11'09''01 (11 Perspectivas) - realizado e escrito por onze diferentes realizadores de diferentes partes do mundo. (Considero-me um 'newyorker' e, apesar de gostar mais de alguns episódios do que outros, este foi um filme que me emocionou. Fiquei com uma frase que escrevi num pequeno pedaço de papel e pendurei no quadro que cortiça. Aparece em fundo branco na curta do Alejandro González Iñarritu. "A Luz de Deus Guia-nos ou Cega-nos?")

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

/body>